PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Brasileirão de League of Legends volta esta semana. É a hora certa?

Leo Bianchi

05/04/2020 06h14

Nada de estúdio! O Campeonato Brasileiro de League of Legends volta na próxima sexta-feira, on-line, para evitar aglomeração de pessoas, seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde

Principal competição de eSports do Brasil, o CBLoL – Campeonato Brasileiro de League of Legends, volta na próxima semana. Após uma pausa de 15 dias por conta da pandemia do coronavírus, a Riot Games buscou uma solução e realizará o torneio online, de forma remota, a partir da próxima sexta-feira, dia 10 de abril. E muita coisa mudou nesse período.

O Flamengo, que vinha como um dos favoritos ao título, com grande desempenho, chegou à pausa com três derrotas nos últimos quatro jogos. Agora, vive uma crise: dispensou quatro jogadores reservas e o técnico sul-coreano StarDust em meio a esse período atribulado – segundo o clube, "para se manter saudável". Como será o retorno à ativa? Um dia após o anúncio, o Flamengo anunciou que o suporte sul-coreano Luci voltará para seu país para cuidar da saúde. Com isso Jojo, o único reserva que foi mantido na equipe, entra no lugar dele.

É inevitável que a pandemia afete, direta e indiretamente, a rotina de todas as equipes. O CBLoL remoto será uma nova experiência para todos, de jogadores a casters, passando por diretores e espectadores. Nesse contexto, é louvável o empenho da Riot Games em superar um ano tão complicado, que já havia incluído a destruição do estúdio da produtora, causado pelas chuvas em fevereiro.

E aqui trato tanto da criação de conteúdo por parte da produtora, que se desdobrou para manter a comunidade ativa, quanto por parte dos fãs. O CBolão, idealizado pelo ex-jogador Gustavo "Baiano", é uma ideia genial e que se provou pra lá de acertada. Aos finais de semana, quem gosta de LoL continua tendo o que assistir. Mais do que nunca, a união fez a força.

– Estamos realizando testes e análises de performance de internet e conexão para buscar a melhor qualidade para as partidas dos torneios nas transmissões, assim como definindo protocolos de preservação da integridade competitiva, referente à comunicação durante as partidas e atuação de juízes e oficiais de liga – afirmou Carlos "Cacophonie" Antunes, em comunicado oficial.

Vivo Keyd lidera o CBLoL com 9 vitórias em 12 jogos. O Flamengo, vice-líder, tem uma vitória a menos

Os fãs estavam com saudade e como a Riot segue todas as orientações dos órgãos de saúde, é acertada a decisão de retomar a competição. O engajamento entre a produtora e quem consome o cenário competitivo é essencial. Ouvir o feedback de quem está sempre ali, nas boas e nas ruins, é o segredo de um produto atrativo. O League of Legends brasileiro acerta muito nesse ponto. E não há dúvidas de que, se vai para o ar na próxima semana, o CBLoL remoto passou por inúmeros testes e adaptações. Estaremos na torcida.

Sobre o Autor

Leo Bianchi é jornalista, já foi repórter e apresentador do Globo Esporte. É apaixonado por competição e já cobriu Copa do Mundo, Fórmula 1, UFC e mundiais de CSGO, R6, FIFA, Just Dance e Free Fire. Também é youtuber e Pro Player frustrado.

Sobre o Blog

No GGWP você encontra análise dos cenários competitivos no Brasil e no mundo, além dos bastidores do universo envolvendo times, pro-players e novidades em geral.